Santogal Logo Santogal Logo

0/4

Logotipo Santogal - Branco Logotipo Santogal - Blue

Perguntas sobre carros elétricos

Carros Elétricos e Eletrificados

Vou trocar de carro e gostava de saber mais sobre carros elétricos , será uma boa opção para mim? 

 

Deixamos-lhe aqui algumas notas sobre o tema, que o podem ajudar a tomar uma decisão correta.

Os fabricantes automóveis são obrigados a cumprir cotas de emissão de CO2, impostas pela comunidade Europeia, de forma a reduzir as emissões dos seus automóveis. 

Embora no nos últimos anos essa redução tenha sido muito significativa, os carros produzidos em 2019 emitem em média 123 g CO2/km comparado com 186 g CO2/km em 1995, ou seja -33,9% em 25 anos, isto segundo a ACEA (associação de fabricantes Europeus), mas as metas impostas para o futuro, fazem com que estas só sejam atingidas, recorrendo à eletrificação dos carros.

Vamos assim assistir nos próximos anos a uma eletrificação dos carros, ou seja vão surgir mais modelos 100% elétricos, ou carros que utilizam os dois tipos de propulsão, utilizando motores térmicos e motores elétricos.

Vão assim ser lançados cada vez mais carros das seguintes categorias:

 

  1. Mild Hybrid - é uma carro essencialmente térmico (a gasolina ou diesel) mas que possui uma bateria ou conjunto de baterias, que associado a um motor elétrico, consegue ajudar o motor tradicional no arranque e em algumas situações específicas, reduzindo assim as emissões de CO2. As baterias são carregadas pelo motor térmico do carro, e toda a gestão da utilização de energia elétrica é feita de forma automática. Neste tipo de carro ele praticamente não anda a modo puramente elétrico. Tem como principal vantagem a redução de emissões e consumos.
  2. Híbridos - Em tudo semelhante ao anterior mas com baterias maiores que já lhe permitem alguns km 's (reduzidos a baixas velocidades, exemplo manobras de estacionamento e arranques).
  3. Plug - In - Baterias substancialmente maiores, que já dão alguma autonomia (cerca de 40 a 50 Km). Essas baterias dada a sua capacidade já são carregadas ligando o veículo a uma fonte de energia externa (uma tomada da garagem ou wallbox). Estes carros para quem faça trajetos diários dentro da sua autonomia, permitem muitas vezes uma utilização 100% elétrica, mantendo a sua autonomia utilizando o motor a combustível, para deslocações mais longas, mas muitas vezes menos frequentes na utilização do carro.
  4. 100 % Eléctrico - carros que não tem motor a combustão, tem apenas um motor elétrico com uma bateria de grande dimensão, que tem necessariamente de ser carregada na rede ou em posto de carregamento específico (wall Box)

 

Os carros eletrificados são mais caros que os tradicionais ?

Regra geral sim, porque são carros que têm dois motores (nos casos em que isso sucede) e no caso dos 100% elétricos o custo da bateria ainda é elevado (ainda não beneficia do efeito de escala).

 

Qual a autonomia dos carros eléctricos ?  

Depende da capacidade da bateria, que se mede em Kwh, o equivalente aos litros que um depósito de combustível leva.

 

Quanto tempo leva a carregar o carro elétrico ou mesmo o Plug In?

 

Neste mundo dos carros elétricos, antes de tomar a decisão de comprar um carro elétrico tem de ponderar bem como o vai carregar. Tem de compreender também que ao contrário dos carros tradicionais em que as bombas de gasolina debitam X litros por minuto de combustível para o depósito, no mundo dos elétricos, cada “posto” de combustível pode variar.

 

Por exemplo, a tomada da sua casa pode ser um posto de combustível, mas possivelmente terá uma potência relativamente baixa para carregar uma bateria destas capacidades , pelo que o processo pode demorar horas ou mesmo dias.

 

Por isso existem “wall box” que são equipamentos que têm a capacidade de fornecer mais potência à bateria, diminuindo assim o tempo de carregamento.

 

Ou seja, se comprar um carro elétrico deverá considerar onde o vai carregar e que potência tem aí disponível.

 

  • Se o carro estiver equipado com uma bateria com uma capacidade de 14,8 kWh, e o ligarmos a uma fonte de energia com uma potência de 7,4 kW ele leva 2 horas a carregar.

 

  • Se o ligarmos a uma fonte de energia, tipo a rede elétrica da nossa casa  de 1,15kW, ele já leva cerca de seis horas a carregar a mesma bateria(isto se partirmos de uma bateria totalmente descarregada até ela ficar toda carregada).



Quanto consome um carro elétrico? E quanto tempo leva a carregar?

 

Todos nós temos uma noção de quanto um carro a combustível fóssil consome, temos uma ordem de grandeza, pode ir de 5l a 10l por 100 km/h.

 

No mundo dos carros elétricos, quando estes estão no modo 100% elétrico, podemos fazer as contas a que ele precisa de entre 15 kWh a 20 kWh para fazer 100 km. 

 

Se procurarem vão ver que regra geral um carro “Plug-in” tem uma autonomia elétrica próxima dos 50 km, ou seja terá uma bateria na ordem dos 40 kWh ( ou seja um depósito de gasolina relativamente pequeno). Muito provavelmente este tipo de carro, ligado a uma rede elétrica de casa já com uma certa potência, carrega numa noite. Permite assim uma utilização diária de 50 km em modo 100% elétrico.

 

No caso dos carros 100% elétricos eles têm baterias com capacidades muito superiores, chegam aos 80 kWh, o que lhes dá autonomias de centenas de km’s, neste caso utilizando a nossa referência 400 km, mas quando ligados à rede de nossa casa, provavelmente demorarão um dia ou mais a carregar totalmente a bateria,

 

Assim quem optar por um carro elétrico, terá de montar/ adquirir uma wall-box, que permite fornecer potência elevadas, maiores que as das nossas casas, o que aumenta a rapidez de carregamento destes carros. 

 

Atenção, não basta comprar uma wall-box, tem de consultar o seu fornecedor de energia, para averiguar se este tem capacidade para lhe fornecer potência suficiente para abastecer o seu carro.

 

Ou seja, se comprar um carro 100% elétrico tem também de garantir que tem forma de o carregar em tempo útil.

 

Existem redes públicas, com estas wall-box, mas dada a sua escassez, não aconselhamos a contar unicamente com esta forma de carregar o seu carro. Nas auto-estradas começaram a surgir carregadores rápidos que lhe permitem carregar 50 ou 100 kWh, e que alguns carros suportam, normalmente os 100% elétricos, os plug-in, habitualmente não.

 

Deve possuir um  cartão, que pode solicitar aos diversos operadores do mercado, que lhe permite utilizar e abastecer nestes postos públicos, mas para situações pontuais.

 

Ainda sobre o consumos dos carros em modo 100% elétrico, este varia muito com a forma de conduzir (muito mais que nos carros a combustão), com o percurso, por exemplo subidas, com o número de passageiros e carga, com a utilização do aquecimento e ar condicionado, com a velocidade de circulação. Até as temperaturas extremas, por exemplo temperaturas negativas, podem reduzir a autonomia do seu carro de 30% ou mais.

 

A bateria tem uma vida limitada no tempo?

 

Outra questão que muitos clientes colocam, é o receio que a bateria perca a sua capacidade de carregamento, reduzindo a autonomia do carro, com a sua utilização. Hoje em dia as baterias estão dimensionadas e possuem tecnologia que lhes permite sobreviver à vida do carro, pelo que a redução da sua autonomia ao longo dos anos não será significativa, não constituirá um problema.

 

Finalmente é muito mais barata a eletricidade do que o diesel e gasolina?

 

Sim é verdade, 100 km percorridos a eletricidade podem custar à volta de 3€ (aqui tb depende muito do tipo de contrato estabelecido com a fornecedor de energia) e 100 km percorridos a combustível fóssil podem custar 7€, (dados para o mesmo carro a Diesel e 100% elétrico).

 

Além disso, o estado tem uma série de incentivos fiscais para os carros 100% elétricos e para alguns plug-in, para as empresas, nomeadamente no reembolso do IVA da aquisição da viatura, no ISV que se paga na aquisição e na tributação autónoma que os carros pagam ao longo dos anos de utilização.

 

Em algumas cidades existem também benefícios para o estacionamento, grátis.

Houve uma altura em que os postos públicos de carregamento eram grátis, o que já terminou, como tendencialmente estes incentivos deverão terminar no futuro.

 

Qual o valor que o carro elétrico vai ter quando o vender?

 

Até hoje os carros elétricos que a Santogal já retomou e vendeu tiveram uma desvalorização equivalente aos carros a combustão, pelo que não nos parece que isso venha a constituir um problema no futuro.

 

Tenho de comprar um carro elétrico porque na cidade só vão poder circular carros elétricos  e os diesel serão proibidos?

 

Em Portugal já existem cidades que têm determinadas zonas que limitam a circulação de automóveis, as chamadas ZER - Zona de Emissões Reduzidas. 

Em Lisboa a Zona 1 limita a circulação a veículos que respeitam as normas de emissão Euro 2 - ou seja todos os veículos produzidos de 1996 a hoje) a respeitam, quer sejam diesel, a gasolina ou elétricos). Ou seja, não existe limitação a carros diesel, existe sim a carros antigos, quer sejam a diesel ou a gasolina.

 

Resumindo:

 

  1. Se pensa comprar um carro elétrico para estudo e assegure a forma como o vai carregar.
  2. Se fizer viagens pendulares, diárias, dentro das autonomias elétrica do carro, este pode ser uma ótima opção para si
  3. O carro elétrico é muito agradável de conduzir, venha experimentar na Santogal
  4. Veja aqui todos os carros elétricos e plug-in que temos para si.

Marcação de Oficina

Pode marcar a sua visita à Santogal mais próxima de si, no horário que lhe for mais conveniente.

808 202 204

Concessionários

24h / 365 dias

encontrar agora